domingo, 19 de fevereiro de 2017

IKIGAI - A razão de ser


Tenho observado que ultimamente muitas pessoas próximas a mim têm ido em busca de seus sonhos, mudando de carreira ou buscando algo que os satisfaçam e tenha algum sentido em suas vidas.

Também tenho visto jovens se formando e buscando um emprego e outros, saindo do Ensino Médio em dúvida de qual curso seguir. Em tempos de crise é difícil dizer: “ vá atrás de seus sonhos!” Normalmente o primeiro emprego que aparece é aceito e de bom grado. Sobre o curso a escolher, os mais buscados são aqueles da lista de "tendências", ou "os profissionais mais bem pagos".
Mas depois, ocorre que, o que foi "escolhido" não era aquilo que exatamente foi desejado. E assim, as pessoas mudam de carreira para ir atrás de seus sonhos. E se as pessoas soubessem que poderiam encurtar este caminho?

No Japão, existe uma palavra chamada IKIGAI - 生きがい -  segundo Sebastian Marshall, em seu livro Ikigai (2011),"o significado mais próximo de Ikigai é *raison d'être* em francês - o que se vive para, o que faz com que sua vida valha a pena ser vivida, por que você inspira e expira cada respiração."
Héctor García diz em seu livro Ikigai: Los secretos del Japón para una vida larga y feliz (2016),  que "de acordo com os japoneses, todo mundo tem um ikigai, uma razão de existir. Alguns descobriram e estão conscientes de sua ikigai, outros o levam para dentro, mas eles ainda estão procurando. Este é um dos segredos para uma longa e feliz jovem como líder de vida de Okinawa, a ilha mais longeva do mundo."

García foi até Okinawa e, encontrou a chave para esta longevidade, observando o comportamento de japoneses centenários que possuem uma existência otimista e vital, descobrindo como eles comem, como se movem, como eles trabalham, como se relacionam com os outros e como eles encontram o ikigai que dá sentido à sua existência e os impulsiona a viver cem anos em sua melhor forma.

Em um estudo realizado entre 1994 e 2001, elaborado por Toshimasa Sone e publicado em 2008, Ikigai pode ser entendido como: a vida digna de ser vivida; a vida que vale a pena viver; um propósito na vida; a razão de se viver; um passatempo que faz minha vida valer a pena; alegria, em sentido de bem-estar do ser humano; perceber o valor de estar vivo. Neste estudo realizado com 43.391 pessoas foi aplicado um questionário onde 59% afirmaram ter encontrado seu Ikigai, 36,4% não tinham certeza e 4,6% responderam não ter encontrado seu Ikigai. Aqueles que disseram ter encontrado seu ikigai, tiveram maiores probabilidades de longevidade, e os que disseram não ter encontrado um sentido da vida, foram associados a um maior risco de mortalidade, por possuírem maior nível de estresse, limitações físicas, mais dores corporais e maiores problemas cardiovasculares.
Portanto não demore a encontrar seu Ikigai! Veja aqui explicações e um diagrama adaptado de García (2016), que vai te ajudar a encontrá-lo:  
Segundo García, o Ikigai é formado pela união da Missão, Vocação, Profissão e Paixão.  Para encontrá-lo, é preciso analisar a si mesmo profundamente, descobrir o que realmente ama fazer, em que você é bom, o que o mundo precisa e o que te pagariam para fazer. Juntando os quatro princípios do Ikigai, você encontrará sua razão de viver.

Missão é aquilo que você ama junto com aquilo que o mundo precisa;


Vocação é aquilo que o mundo precisa junto com aquilo que você é pago para fazer;

Profissão é aquilo que você é pago para fazer junto com aquilo que você é bom em fazer;

Paixão é aquilo que você é bom em fazer junto com aquilo que você ama.


Diagrama de IKIGAI
Fonte: Adaptado de Ikigai, (GARCÍA, 2016).

Agora já imaginou trabalhar com o que você ama e sabe fazer? Ser remunerado por isso e ainda suprir parte da necessidade do mundo? Não é para menos que é maior a probabilidade de longevidade, pois  tudo é muito satisfatório, faz bem para o corpo, a mente e a alma. Procure um profissional de Coaching para te auxiliar neste processo. Encontre seu Ikigai!




Referências

GARCÍA, Héctor. Ikigai: Los secretos de Japón para una vida larga y feliz (Edição em Espanhol). Urano, 2016. 192 p.

MARSHALL, Sebastian. Ikigai (English Edition). The One Week Book, 2011. 303 p.

SONE, Toshimasa et al. Sense of life worth living (ikigai) and mortality in Japan: Ohsaki Study. Psychosomatic Medicine, v. 70, n. 6, p. 709-715, 2008. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/5255643>. Acesso em: 18 de fev. de 2017.



Thais Taba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre nós

O GEPLICO propõe caracterizar a liderança e o Coaching, ao pesquisar e descrever o processo de liderança e de Coaching, bem como aferir os seus resultados. Desta maneira busca sistematizar e divulgar o processo de liderança e Coaching e seus impactos sociais e organizacionais, por meio deste blog socializa conhecimento com uma linguagem simples e acessível para contexto virtual de modo contemporâneo, bem como produz pesquisas e materiais científicos que subsidiem as teorias, técnicas, práticas, metodologias relacionadas a Liderança, Coaching e a Liderança Coaching.